Circuitos

Maior festa popular do planeta, o Carnaval de Salvador cresceu tanto, que hoje se divide em 05 circuitos da folia:

Circuito  Osmar/Campo Grande - fica no centro da cidade, passa pela Avenida Sete, Praça Castro Alves e Avenida Carlos Gomes. O encerramento é realizado no Corredor da Vitória. O percurso tem aproximadamente 4 km, 5 horas de duração e acontece dentro da cidade. Foi neste circuito que o carnaval começou e que se presenciou os episódios mais marcantes da história de seu carnaval de Salvador.

Circuito Dodô/Barra Ondina - seu trajeto liga as belas praias da Barra e Ondina, num percurso de aproximadamente 4 km, marcado em quase toda a sua extensão, por uma vista estonteante da Baía de Todos os Santos. É considerado novo, pois apareceu após o Campo Grande, marcou também o crescimento da folia e a evolução da festa em termos de qualidade e estrutura. Inicia no Farol da Barra uma jornada mágica de alegria, que somente depois de 6 horas, termina na Praia de Ondina. É nele que estão os melhores camarotes e as maiores atrações.

Circuito Batatinha - a folia acontece nas praças e no famoso Pelourinho. No carnaval, em meio a casarões coloniais, ruas bem pitorescas e um astral todo especial, bandinhas e charangas percorrem os caminhos do “Pelô”, tocando antigas e saudosas marchinhas, que arrastam uma multidão super eufórica. Por apresentar uma programação mais tranquila, o Circuito Batatinha é muito procurado por famílias, que querem curtir um carnaval mais calmo, longe da badalação do eixo tradicional. Na praça Municipal, o palco armado em frente à sede da Prefeitura já se tornou famoso pelos desfiles e concursos de fantasia.

Circuito Sérgio Bezerra - entrou na programação oficial em 2013 e conta com o desfile do tradicional bloco de sopro e percussão, a Lavagem do Habeas Copos. O percurso da festa segue  pela Rua Marques de Leão (Barra), passa pela Rua Miguel Burnier, Rua Airosa Galvão, e ganha, enfim, a Avenida Oceânica, sentido Farol da Barra. Os desfiles nesse circuito acontecem por apenas um dia e antes do início oficial do carnaval.

Afródromo - localizado no comércio, cidade baixa, surgiu em 2013 como um espaço alternativo para ressaltar a cultura negra. Idealizado pela Liga dos Blocos Afro, composta por diversos artistas, incluindo o cantor Carlinhos Brown, o evento traz os afoxés e blocos afro como atrações principais. A diferença do Afródromo é a forma como o público poderá acompanharão os blocos. Os foliões assistem os desfiles em camarotes e arquibancadas, sem a necessidade de seguir os trios.